Se este e-mail não são exibidos corretamente, por favor clique no link a seguir:
http://www.penetron.com/newsletter/mar12-po.htm
Veja um vídeo de 3 minutos demonstrando como Penetron funciona
 

Dentro desta edição

Relatório de Ensaio do Penebar SW55.
 
Túnel UASD - Corredor Duarte I – Santo Domingo, República Dominicana
 
Pequenas Centrais Hidrelétricas no Rio Grande do Sul – Hidrotérmica SA.
 
PCH Ilha de Luz – Foz do Brasil: Cachoeiro do Itapemirim, ES
 
PCH CAVERNOSO II – COPEL, Virmond, PR.
 
Informações para contato
FATOS RÁPIDOS
Os produtos Penetron aumentam significativamente a durabilidade de estruturas de concreto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Uma rede intricada de cristais insolúveis se forma na presença de Penetron® e H2O criando uma vedação protetora permanente
 
Veja a capacidade de vedação de rachaduras de Penetron
 
 

 

 

Baixe aqui o Adobe PDF Reader.

 

 

 
 

 

 

 

 

Integral Concrete Waterproofing
Penetron® Industry Newsletter
Março de 2012

A Penetron Brasil traz para vocês grandes referências de projetos onde os materiais Penetron foram utilizados para impermeabilização de estruturas submetidas a altas pressões hidrostáticas. As obras de infraestrutura estão em destaque nesta edição, que são tão necessárias para o nosso país e tão aguardadas para os projetos da Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016. Também apresentamos um importante trabalho internacional da Penetron que foi a impermeabilização do túnel Corredor Duarte, em Santo Domingo, na República Dominicana. Essa obra é uma grande referência para os projetos de impermeabilização de túneis.

Ainda neste primeiro semestre, a Penetron tem o orgulho de patrocinar e participar de dois importantes eventos da área de infraestrutura: o 3º Congresso Brasileiro de Túneis e Estruturas Subterrâneas e South American Tunnelling – SAT 2012, que será realizado no período de 20 a 22 de março de 2012, no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo- SP e o VIII Simpósio de Pequenas e Médias Centrais Hidrelétricas no período de 01 a 04 de maio de 2012 em Porto Alegre-RS.

Tenham uma boa leitura!

Stand do 3º Congresso Brasileiro de Túneis e Estruturas Subterrâneas e South American Tunnelling – SAT 2012
Relatório de Ensaio do Penebar SW55.

Foto do aparato de ensaio simulando uma junta de concretagem.
O Penebar SW55 é uma fita pré-moldada hidroexpansiva utilizada para vedação de juntas de concretagem e tubulações embutidas no concreto. O Penebar SW55 complementa os projetos de impermeabilização por cristalização seja com o Penetron, com o Penetron Plus ou com o Penetron Admix. Foram realizados ensaios no laboratório SETSCO SERVICES PTE LTD de avaliação da resistência do Penebar SW55 à pressão hidrostática de 6 bar (60m).

Os resultados obtidos foram os seguintes:

Para receber o relatório completo, clique aqui.

Os resultados mostraram a eficácia do selamento de juntas de concretagem com a instalação da fita Penebar SW55 sob pressão de até 60 m de coluna d’água.

Túnel UASD - Corredor Duarte I – Santo Domingo, República Dominicana 

O túnel, parte do conjunto de soluções viárias executadas na cidade, possui 1.200 metros de extensão e é o primeiro urbano realizado no país. Projetado para o trânsito de veículos leves, com velocidade de 50 km por hora, a estrutura foi implantada com sistema de construção NATM (New Austrian Tunneling Method). Foi executado pelo consórcio Odebrecht América Latina e Angola e Ingenieria Estrella.

O túnel é composto de uma camada de concreto projetado de 25cm e uma camada de revestimento final em concreto bombeado de 30cm.

A solução de impermeabilização do túnel foi tipo “guarda-chuva” e contemplou o sistema Penetron de cristalização do concreto nos 1.200m de túnel.

O sistema Penetron consiste na adição de um aditivo de cristalização integral, Penetron Admix®, a uma dosagem de 0,8% a 1,0% em relação à massa de aglomerante, e o selamento das juntas de concretagem transversais com a fita hidro expansiva, Penebar SW55. No total foram utilizados 45 toneladas de Penetron Admix e 2.300m de Penebar SW55.

Vista do revestimento primário de concreto projetado com infiltrações.
Vista da fôrma do revestimento secundário e da fita Penebar SW55 instalada no centro da junta de concretagem.
Foto do túnel concluído e do revestimento secundário impermeabilizado com adição do Penetron Admix.
Pequenas Centrais Hidrelétricas no Rio Grande do Sul – Hidrotérmica SA.

A Hidrotérmica, vinculada ao Grupo Bolognesi, investiu forte em diversos projetos de potenciais hidrelétricos com potência instalada até 30 MW (Pequenas Centrais Hidrelétricas) na Bacia Hidrográfica Taquari- Antas, que foi muito estudada até a identificação de mais de 50 aproveitamentos hidrelétricos com potências que variavam de 1 a 130 MW.

Desta forma, ao longo desses anos, a Hidrotérmica vem se preparando qualitativamente e acumulando experiências através do desenvolvimento de empreendimentos hidro e termoelétricos. Atualmente, após muito trabalho e grandes investimentos obteve a outorga de empreendimentos viáveis econômico-ambientalmente e de elevada importância no panorama elétrico do Rio Grande do Sul.

Em 3 PCHs executadas pela construtora Toniolo Busnelo, as casas de força foram tratadas preventivamente com a adição de Penetron Admix ao concreto – total de 5.000kg - com o intuito de reduzir a permeabilidade do concreto. São elas:

PCH Autódromo

Potência Instalada:
24,00 MW

Energia Assegurada:
12,6 MW médios

Fator de Capacidade:
52,5%

PCH Boa Fé

Potência Instalada:
24,00 MW

Energia Assegurada:
12,32 MW médios

Fator de Capacidade:
51,3%

PCH São Paulo

Potência Instalada:
16,00 MW

Energia Assegurada:
8,52 MW médios

Fator de Capacidade:
53,3%

PCH Ilha de Luz – Foz do Brasil: Cachoeiro do Itapemirim, ES

A PCH é um marco para a Foz e para Cachoeiro de Itapemirim, a “Princesa do Sul” dos capixabas. Para a empresa, porque reforça seu papel de polo de excelência na prestação de um serviço essencial, com o uso cada vez mais eficiente da energia. Para o município, porque resgata a história da Ilha da Luz, que ganhou esse nome em 1903, quando começou a operar a usina de força motriz que tornou Cachoeiro de Itapemirim a primeira cidade do Espírito Santo e a terceira do Brasil a ter um sistema de iluminação pública baseado em eletricidade.

Passados 108 anos, os R$ 30 milhões investidos pela Foz na construção da PCH incluíram a recuperação de parte da estrutura criada na época da usina motriz, o que também valoriza uma história cujo resgate orgulha toda a comunidade. Além disso, a Ilha da Luz volta a justificar seu nome, com um empreendimento que gera 500 vezes mais energia que a antiga usina do início do século passado. A potência da PCH é de 3,8 MW, um acréscimo de 36% sobre os 2,8 MW previstos no projeto inicial, e o suficiente para abastecer de energia uma cidade de 40 mil habitantes.

A Penetron foi escolhida para fornecer as soluções de tratamento do concreto no canal e na casa de força onde foram aplicados os produtos Seal Coat,  Penecrete Mortar e Penetron.

Fotos do canal da PCH ao lado do rio.

Parede da casas de força tratada.
PCH CAVERNOSO II – COPEL, Virmond, PR.

A Pequena Central Hidrelétrica Cavernoso II está sendo construída pela Companhia Paranaense de Energia na região central do Paraná, entre os municípios de Virmond e Candói. Terá 19 megawatts de potência instalada e investimentos estimados em cerca de R$ 120 milhões. A previsão de início de operação da futura PCH é para o começo de 2013.

A nova usina terá barragem de terra – vertedouro soleira livre em concreto convencional – com aproximadamente 540 metros de comprimento e altura máxima de 18 metros. O circuito hidráulico, ou seja, o caminho da água até a casa de força – onde serão instaladas três unidades geradoras de 6,5 megawatts cada – será constituído por um canal de adução e tomada d’água seguida de um túnel com cerca de 800 metros de comprimento e 6 metros de diâmetro.

O reservatório da PCH Cavernoso II irá ocupar uma área de cerca de 43 hectares. Além disso, haverá também uma Área de Preservação Permanente, que será mantida pela Copel, de 56 hectares.

As juntas de concretagem da casa de força foram tratadas com a fita hidroexpansiva Penebar SW55.

Foto construção da casa de força
Informações para contato:

PENETRON BRASIL LTDA
Rua Abernésia, 810, Bairro Santa Maria
Santo André - SP, CEP 09070-100
Tel: (11) 4991-5278
Fax:(11) 4421-8275
info@penetron.com.br
www.penetron.com.br

As newsletters da Penetron são enviadas a cada dois meses para informar aos leitores da nossa rede sobre as últimas notícias e eventos ocorrendo em todo o mundo. Não deseja mais receber nossa newsletter? Por favor cancele sua assinatura aqui.